quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Índice de Confiança da Indústria

Segundo a fundação Getúlio Vargas, o Índice de Confiança da Indústria (ICI) subiu 3,5% entre novembro e dezembro de 2009 e passou de 109,6 para 113,4 pontos. O maior valor desde julho de 2008 (113,7 pontos) com base em dados com ajuste sazonal.

Encerrando 2009 em alta pela décima vez consecutiva, o ICI apresenta média superior aos últimos 10 anos (100,4 pontos). Desconsiderando o ajuste sazonal, o índice atingiu em dezembro sua maior variação, 54,2%, sobre o mesmo mês de 2008.

Já o Índice da Situação Atual (ISA) subiu 3,5%, passando de 108,1 para 111,9 pontos; também com alta de 3,5%, o Índice de Expectativas ( IE ) passou de 111,0 para 114,9 pontos. O IE superou o ISA indicando maior otimismo em relação aos próximos meses.

Dentre os elementos que compõem o Índice de Confiança, a avaliação a respeito da situação atual dos negócios avançou 9,8% ao passar de 111,9 para 122,9 pontos. Portanto, o número de empresas que, entre novembro e dezembro, avaliaram como boa a situação dos negócios aumentou de 29,9% para 31,6%, ao passo que das empresas que a consideram como fraca caiu de 18,0% para 8,7%.

Quanto às previsões para os próximos meses, das 1110 empresas consultadas pela FGV, 46,9 preveem crescimento no trimestre dezembro-fevereiro e somente 2,8% redução. No mês anterior esses percentuais eram, respectivamente, 47,5% e 5,7%.















0 comentários:

Postar um comentário